Rondonista em Santa Rosa de Goias e Mamuel Emidio-PI,em 1977e 1978,gostaria de entrar em contato com participantes.


Postar minha mensagem

Ver outras mensagens

09/05/2013 - Projeto Rondon elege nova diretoria e será Instituto

Ver mais imagens

Notícias



01/02/2010 - Projeto Rondon® leva Operação Centro-Nordeste a 18 municípios goianos

Desde sexta-feira, dia 22 de janeiro, e até o dia 07 de fevereiro estudantes de vários cursos e instituições superiores de ensino de todo o País, entre elas a Faculdade de Enfermagem da UFG, estarão espalhados por 18 municípios goianos.

Eles são os integrantes da Operação Centro-Nordeste do Projeto Rondon. Promovida pelo Ministério da Defesa sob a coordenação do Exército, a Operação atingirá 76 municípios brasileiros. Além de Goiás, serão beneficiados os Estados de Alagoas, Bahia e Tocantins.

O Projeto Rondon® Goiás está apoiando a Operação. No dia 17 de dezembro, a Associação reuniu-se com os estudantes da UFG e forneceu a eles os kits com chapéu, camiseta e mochila que utilizarão nas atividades. Durante o encontro, a diretoria da entidade aproveitou para repassar aos acadêmicos um pouco da história do movimento rondonista no Estado.

O Projeto Rondon era ligado à Fundação Nacional de mesmo nome que foi extinta pelo governo federal em 1989 sob o pretexto de contenção de gastos. Por isso, permaneceu desativado em território goiano até 2005, quando renasceu em forma de Organização Social de direito privado. A OS foi fundada por um grupo de pessoas descontentes com a decisão do governo e que queria manter viva a chama do ideal rondonista.

Oito pessoas da UFG estão participando da Operação Centro Nordeste (seis alunas da Faculdade de Enfermagem e duas professoras). O grupo está em Indiara, a 90 quilômetros de Goiânia, junto com mais cinco alunos dos cursos de Agronomia, Comunicação Social, Saúde Pública e Enfermagem da Universidade de Brasília (UnB). A professora Claci Fátima Weirich, uma das coordenadoras da equipe da UFG, explica que estão sendo realizadas atividades variadas nas áreas de Educação, Saúde e Meio Ambiente.

A proposta, conforme a coordenadora, é focar na formação de multiplicadores de informações que trabalharão por mudanças que venham melhorar a qualidade de vida da população da cidade. “Claro que vamos realizar atendimentos diretos à população, mas estamos priorizando a capacitação de professores, lideranças comunitárias, profissionais de saúde e representantes de entidades civis.”

Uma das atividades dos participantes da Operação Centro-Nordeste em Indiara na semana passada foi a realização de reuniões com funcionários da limpeza urbana e catadores de materiais recicláveis. Nas reuniões eles conheceram a realidade do município (que descarta seus rejeitos em depósito a céu aberto e sofre com o lixo amontoado por várias áreas da cidade) e discutiram sobre manuseio e alternativas para a destinação correta e reciclagem do lixo.

Também durante a última semana foram realizados para professores municipais cursos de contadores de histórias e oficinas sobre sexualidade e violência na escola e fabricação de brinquedos artesanais com material reciclável. Na quarta-feira, dia 27 de janeiro, foi promovida uma oficina para profissionais de Saúde sobre o Programa de Humanização do Sistema Único de Saúde, o Humaniza SUS, com o objetivo de estimular a adoção da proposta na rede municipal de Saúde. No sábado, dia 30, a partir das 8h30, os voluntários participaram junto com a comunidade do plantio de mil mudas de árvores para reflorestamento de uma área devastada do município.



Fonte: Projeto Rondon® - Goiás







Assine a nossa newsletter e receba as novidades sobre o Projeto Rondon:

Seu nome:


Seu e-mail: